domingo, maio 04, 2008

Teatro NU promove Diálogos sobre Dramaturgia Contemporânea- Brasil/Itália



Quarta, às 19h, no Cabaré dos Novos, grupo recebe a dramaturga italiana Letizia Russo

O Teatro NU promove nesta quarta-feira, 07 de maio, às 19h, no Cabaré dos Novos, no Teatro Vila Velha, a primeira edição dos Diálogos sobre Dramaturgia Contemporânea. Com a presença da dramaturga e tradutora italiana Letizia Russo, o evento coloca em discussão a produção dramatúrgica contemporânea e as possíveis aproximações entre autores e textos brasileiros e italianos. A atriz e jornalista Jussilene Santana faz a mediação do bate-papo, que tem ainda a participação do dramaturgo e diretor Gil Vicente Tavares.

Esta é a primeira vez que Russo vem ao Brasil. Em São Paulo, ela acaba de participar do Panorama da Dramaturgia Contemporânea Itália em Pedaços, uma concorrida leitura dramática com textos de quatro autores da nova dramaturgia italiana, numa iniciativa do SESC - Avenida Paulista. A atriz Denise Del Vecchio participou da leitura de Tumba de Cães, texto de Russo, escrito em 2001, contemplado com o prêmio Tondelli.

Há alguns anos, a autora vem estreitando laços com a produção teatral brasileira e, em especial, a baiana. Ela é a tradutora das peças de Gil Vicente Tavares para o italiano. Em julho de 2006, uma leitura do texto Os Javalis foi realizada no Teatro Sala Uno, em Roma, com tradução de Letizia Russo e encenação de Pietro Bontempo. Na Bahia, Os Javalis encerrou recentemente temporada na Sala do Coro do TCA, tendo no elenco os atores Carlos Betão e Marcelo Praddo.

A dramaturga participou, em 2002, da Residência Internacional do Royal Court de Londres, onde foi colega do dramaturgo e professor da Ufba Marcos Barbosa. Venceu em 2003 o prêmio UBU como revelação do ano pelo texto Tomba di Cani. Também foi escritora-residente dos Artistas Unidos, em Portugal, entre 2004 e 2005 com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.

Letizia Russo nasceu em Roma em 1980. Escreveu para teatro: Niente e Nessuno (Una Cosa Finita), Tomba di Cani (Prêmio Tondelli 2001), Asfissia, encomendada pelo "Festival di Candoni – ArtaTerme" (2002), Binario Morto, encomendada pelo National Theatre de Londres (2004) e Babele, primeiro texto de uma trilogia sobre o poder. Seus textos já foram traduzidos para o francês, inglês, alemão, espanhol, português e russo.

O projeto
O projeto Diálogos sobre Dramaturgia Contemporânea é uma iniciativa do Teatro NU que pretende promover ao longo do ano uma série de debates sobre a poética de dramaturgos contemporâneos. Nesta primeira edição Brasil/Itália, o encontro foca as possíveis aproximações e divergências entre as cenas italianas e brasileiras. O evento conta com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Ufba, da LDM e do Teatro Vila Velha.

O Teatro NU
O Teatro NU pretende ser um pólo constante de discussão e produção do teatro no que se refere à montagem de textos inéditos, de autores baianos, brasileiros e estrangeiros, colocando a dramaturgia sempre como foco e divulgando uma arte que é sempre tida como morta, mas que se renova e toma fôlego nos quatro cantos do mundo. Além disso, pretende ser um núcleo artístico – aberto a inúmeras trocas e intercâmbios -, mas que foca seu trabalho, principalmente, na pesquisa diária de idéias necessárias ao palco, num processo intenso de diálogo entre seus componentes.

Com menos de dois anos de criação, o grupo apresentou ao público de Salvador, além de Os Javalis, o espetáculo Os Amantes II, com texto e direção de Gil Vicente Tavares, este último tendo no elenco Jussilene Santana, Carlos Betão e Carlos Nascimento. Em outubro passado, promoveu o Ciclo de Entrevistas Memória do Teatro na Bahia, evento que reuniu parte dos primeiros atores profissionais do estado, no Instituto Cervantes. Em paralelo, o Teatro NU vem divulgando muitos textos, fotos e debates no blog http://teatronu.blogspot.com/. A sede virtual inicia o mês de maio com mais de 12 mil acessos.

Serviço:Diálogos sobre Dramaturgia Contemporânea – Brasil/Itália
Dramaturga convidada: Letizia Russo
Produção: Fernanda BezerraLocal: Cabaré dos Novos, do Teatro Vila VelhaData e horário: Quarta-feira, 07 de maio, às 19h.
GRATUITO

5 comentários:

Anônimo disse...

queridos,

ótima iniciativa. boa sorte!
vc poderiam colocar a programação de tdos eventos, para a gente se programar.

abraço,

carmem

Gil Vicente Tavares disse...

Cara Carmen,

Este evento é o marco zero da iniciativa, ainda pobre de incentivos, apoios, parcerias e patrocínios. Não queríamos perder a passagem de Letizia pelo Brasil.
Posteriormente, tentaremos conseguir algo mais efetivo, com uma programação detalhada. Esse é nosso maior desejo, e o blog divulgará imediatamente!

grande abraço,

GVT.

Jussi disse...

Amigos,
O evento ontem foi muito frutífero. Abrimos vários canais de contato e reflexão. Este final de semana coloco aqui as fotos e algumas das questões debatidas.
Não coloco agora porque marcelo, meu marido, saiu com a câmera, e as fotos ainda estão lá! ;)
beijoooooooooo,

Anônimo disse...

gente, tudo bem! Agora quando vão estar de volta estes dois monstros do teatro baiano: Carlos Betão e Marcelo praddo? Pois estou com saudades dos Javalis e desses maravilhosos atores.Orgulhos da raça baiana.
Fredy Luiz

Gil Vicente Tavares disse...

Fredy,

Mais do que você, tenho imensas saudades do espetáculo. Mas temos problemas de ordem financeiro-estruturais que nos impedem que continuemos em cartaz por agora. Um encontro como esse não deixa de ser importante pra provocar as pessoas a pensar mais o teatro. E de alguma forma, pensamos que possa haver sempre um "retorno" das nossas atividades para que possamos voltar e botar no palco nossos espetáculos, Os Amantes II e Os Javalis, e nossos grandes atores.
Fique sempre atento ao blog. estamos preparando, além de retornos, novas montagens e encontros!

grande abraço,

GVT.